Microsoft Open License acabou: saiba quais são as melhores opções

Tempo de leitura: 6 minutos

Sem tempo para ler? Ouça este post ou baixe para ouvir mais tarde!

Criado há mais de 20 anos, o programa Microsoft Open License chegou ao fim no final de 2021. A partir de 1º de janeiro de 2022, a Microsoft não aceitará mais renovações ou ingressos ao programa. Na verdade, as licenças seguem disponíveis, porém passarão a ser comercializadas de outras formas.

Empresas que possuem assinatura do Office 365, Microsoft Office ou outros programas devem entender esse novo cenário e se planejarem para migrar para a nova abordagem. A migração é fundamental para que as organizações sigam operando com licenças válidas e evitem qualquer problema relacionado à fiscalização ou segurança de dados.

Por que o Licenciamento Open vai acabar?

O programa Microsoft Open License foi criado para que empresas de pequeno e médio porte comprassem várias licenças de software perpétuas. Segundo comunicado oficial, a Microsoft afirma que está aprimorando o comércio de soluções e removendo opções que não atendem mais às necessidades dos clientes.

Com o fim do programa, a gigante mundial está dando um passo significativo para simplificar o licenciamento, introduzindo compras de licença perpétua de software por meio de uma nova experiência de comércio.

Clientes de pequeno e médio porte se beneficiarão de um serviço simplificado de abordagem e maior flexibilidade na compra de licenças de software. A mudança deve aprimorar a experiência para todos os clientes, melhorando diretamente o gerenciamento de ativos de licenciamento e proporcionando custos previsíveis. 

Vale lembrar que o fim do Open License não implica no fim dos programas Open Value e Value Subscription. A forma de funcionamento desses programas permanece a mesma.

Como adquirir novas licenças?

Ao fim do licenciamento Open, os clientes comerciais não poderão comprar ou renovar licenças de software ou serviços online através do programa Microsoft Open License. Para obter licenças de uso do Office 365 ou Microsoft Office, por exemplo, é necessário negociar com parceiros no programa Cloud Solution Provider (CSP).

O CSP é um programa de revendas criado para os parceiros da Microsoft revenderem produtos e serviços cloud, passando a gerenciar todo o relacionamento com o cliente. Segundo a Microsoft, o Cloud Solution Provider simplifica a vida das empresas e permite que os investimentos em TI sejam realizados sob demanda.

Para se adequar a esse novo cenário, a primeira recomendação é contatar o parceiro com o qual você compra suas licenças. Em conjunto, vocês poderão decidir entre duas opções de acordo com as necessidades da sua empresa: comprar uma nova licença ou assinar serviços online.

Veja também 👉 Acearia Frederico Missner conquista performance e retorno do investimento com e-mail Microsoft 365

Passo a passo para renovar a licença

Abaixo, você confere as opções para substituir a compra do licenciamento Open a partir de 1º de janeiro de 2022 e ter acesso legal ao Office 365, Microsoft Office e outros programas.

Se você está comprando apenas licenças de software perpétuas (sem Software Assurance) e deseja continuar fazendo isso: 

    1. Compre licenças de software perpétuas de parceiros qualificados que participam do programa Cloud Solution Provider. Esses parceiros também oferecem orientação se você está avaliando serviços online e procurando soluções de valor agregado, e oferecem a flexibilidade necessária para atender às suas necessidades de uso híbrido com licenças de software e ofertas de nuvem. Converse com seu revendedor de software para descobrir se ele é um provedor de soluções em nuvem ou encontre um parceiro . 

      2. Para outras alternativas, fale com seu parceiro de licenciamento atual.

Se você tiver cobertura de Software Assurance através do programa Open License: 

    1. O prazo do Software Assurance, incluindo benefícios, continuará até o vencimento, mesmo se o vencimento for após 31 de dezembro de 2021.

      2. O programa Microsoft Open Value é recomendado para compras futuras que incluem Software Assurance.

    3. O programa Microsoft Open Value Subscription não oferece licenças perpétuas de software, mas é uma assinatura de custo mais baixo que lhe dá direitos de uso do software durante a vigência do contrato e também inclui Software Assurance.

Se você tiver serviços online por meio do programa Open License:

    1. Quaisquer tokens de serviços online não utilizados ainda podem ser atribuídos e usados, mesmo depois de 31 de dezembro de 2021, desde que ocorra dentro do prazo de cinco anos da compra do token.

    2. Se você quiser comprar assinaturas de serviços online adicionais, pode trabalhar com um parceiro no programa Solution Provider ou realizar a compra através do Open Value, Open Value Subscription ou Microsoft Store.

Veja também 👉 Klassmatt Integra faz migração para Microsoft 365 e conquista redução de custos e melhor gestão de licenças

Como o prazo para o funcionamento acabou, o ideal é que você se planeje o quanto antes. Continuar utilizando produtos e programas originais da Microsoft é fundamental para que a rotina de operações da sua empresa siga normalmente e sem riscos de segurança. 

Além disso, é importante se antecipar para que não haja nenhum comprometimento na produtividade da sua equipe por conta de licenças expiradas. 

Quer garantir agilidade e segurança no seu novo licenciamento? Nós somos Gold Partner Microsoft e estamos preparados para te ajudar nessa missão. 

Nosso objetivo é proporcionar a solução mais eficaz para as demandas de nossos clientes, garantindo o uso das melhores tecnologias para a conquista de resultados expressivos e sustentáveis.

Newsletter

cadastre-se na nossa newsletter e receba conteúdos no seu e-mail