5 ações para melhorar sua segurança na nuvem hoje

1024 352 Microservice

A segurança não precisa mais ser uma das maiores preocupações para as empresas que migram para a nuvem. Mas para ficar tranquilo em relação a esta questão deve-se focar em diversos fatores que podem aumentar a proteção de informações do seu negócio.

Acompanhe este post e conheça 5 ações que você pode fazer para melhorar a segurança na nuvem ainda hoje:

 

1- Confira se o provedor faz backup automático

 

O backup automático é um dos grandes fatores positivos da cloud, pois oferece uma maior garantia de preservação dos dados em comparação a um servidor físico. Mas para que esse benefício seja utilizado é preciso ter certeza que ele faz parte do serviço do provedor e que já está ativado. Então, confira se o provedor de cloud já faz isso automaticamente ou alguém do seu time de TI precisa ativar o salvamento automático.

 

2 – Faça um teste de intrusão

 

Um penetration test ou teste de intrusão é uma ferramenta importante para avaliar a segurança. Neste tipo de recurso é feita a simulação da ação de um hacker, para verificar onde e como ele poderia invadir aquele sistema ou rede. A partir do resultado do teste, é possível corrigir ou mitigar problemas.

 

3- Defina restrições de acesso

 

A nuvem traz mais mobilidade e flexibilidade para o dia a dia de trabalho. Os dados da empresa podem ser acessados por diferentes dispositivos conectados à internet, nos mais variados locais. Mas para que esta vantagem não se transforme em uma enorme vulnerabilidade é preciso definir as restrições de acesso, estipulando quem pode acessar o que e por meio de quais dispositivos.

 

4 – Reforce as autenticações

 

Assim como os acessos ficam mais fáceis e precisam ser controlados e restritos, também é importante reforçar os níveis de autenticação para a utilização dos serviços disponibilizados na nuvem. As soluções com multifator de autenticação agregam camadas extras de segurança e reforçam a proteção da empresa. O usuário não consegue acessar somente com um login e senha e precisa no mínimo de uma segunda informação para poder ter acesso, que pode ser um código enviado por mensagem ou até mesmo suas impressões digitais.

 

5 – Tenha uma estratégia de recuperação

 

Os provedores de cloud são grandes players do mercado e normalmente já  têm em suas estruturas planos de recuperação bastante ágeis e eficientes. Mesmo assim, o ideal é ter também uma estratégia interna de recuperação, caso ocorra algum acidente. Como existe a possibilidade de uso de multicloud, a empresa consegue fazer a transferência de seus serviços afetados para outros ambientes de nuvem e, deste modo, evitar interrupções de processos por períodos muito longos. Mas tudo isso deve estar estabelecido em um plano bem definido.

 

E acima de tudo, lembre-se que a segurança da informação não cabe somente à TI. Por isso é importante que estas ações de segurança façam parte de uma política mais ampla, dentro de um planejamento de governança que envolva toda a empresa.

Quer mais informações sobre como melhorar a segurança na nuvem? Os especialistas da Microservice podem lhe ajudar.

MATRIZ - BLUMENAU / SC (47) 3322-2343   |  DEMAIS LOCALIDADES:   SP (11) 4063-8108 | RJ (21) 4063-3343 MG (31) 4063-7161 PR (41) 4063-7161 RS (51) 4063-7161 PE (81) 4062-9072