Dicas de licenciamento de softwares Microsoft

884 319 Microservice

Comprar softwares nem sempre é tão simples, a Microservice como Partner Gold Microsoft reuniu neste post algumas dicas para licenciamento de softwares.

A Microsoft por exemplo, não vende software, vende o direito de uso. Ao adquirir uma licença não se compra o software em questão, mas sim o direito de fazer uso deste software.  O PUR (Product Use Rights) é um documento que estabelece todas as regras de uso do software.

Modelos de licenciamento Microsoft 

  • Aplicação e Sistema Operacional Desktop (Per Device)

Cada dispositivo precisa de uma licença, não há usuário atrelado, vários usuários podem utilizar a mesma licença, desde que não simultaneamente.

  • Ferramentas de Desenvolvimento (Per User)

A aquisição da licença é para cada utilizador, o utilizador pode instalar quantas cópias quiser em qualquer dispositivo.

  • Serviços Online (Subscription)

Como os serviços on-line são baseados em assinatura, a licença é paga por usuário e por mês ou por usuário e por ano.

  • Servidores – Sistema Operacional (Processador + CAL)

A licença é para cada instância em execução do software de Servidor, porém o Windows Server é comercializado baseado em número de processadores, 1 licença dá direito ao uso de 2 processadores físicos.

  • Servidores – Core (Per Core)

Licenciamento utilizado geralmente para comercialização do SQL e do Windows Server 2016, o licenciamento é feito com base em todos os núcleos físicos no Servidor ou com base nos núcleos da máquina virtual.

  • CAL (licença de acesso para cliente)

É a licença que fornece ao usuário e/ou dispositivo o direito legal de acessar o software de servidor Microsoft.  

Programas de Licenciamento Microsoft 

  • OEM (Original Equipment Manufacturer)

É o software pré-instalado em computadores recém-adquiridos. Tanto sistema operacional como alguns produtos e aplicativos estão disponíveis por OEM.

Esta licença fica vinculada ao hardware, quando o computador for descartado a licença deixa de ser válida, esta licença tem um custo menor.

  • FPP (Full Packaged Product)

O FPP se refere a produtos licenciados em caixas que podem ser adquiridos nas lojas de varejo. O FPP foi criado para vendas em pouca quantidade. A partir de cinco PCs é mais vantajoso uma solução de licenciamento por volume. Esta licença não fica vinculada ao hardware ela pode ser instalada em outro computador quando o hardware for descartado.

Licenciamento por Volume

  • Open License

Aquisição de licença perpétua com pagamento antecipado, compra-se a licença e a chave é encaminhada via portal de gerenciamento VLSC.

  • Open Value

O pagamento pela aquisição das licenças pode ser dividido em pagamentos anuais em um contrato de três anos, e caso seja necessário adicionar novas licenças o pagamento não precisa ser antecipado, é possível utilizar a chave e reportar somente no final do  mês e fazer o pagamento ao final do ano das licenças adicionais.

  • Open Value Subscription

Diferente dos outros dois modelos de Open, o Subscription não é uma compra de licença, mas sim uma assinatura, ou seja, eu pago para ter direito do uso do software. Enquanto o contrato for vigente se tem o direito de uso.

  • SPLA

É uma alternativa ao programa Open, onde o software não é comprado. É uma assinatura mensal com baixo custo através de um provedor de Serviços autorizado Microsoft. Isso permite aumentar ou diminuir o número de computadores ao final de cada mês.

A equipe de consultores da Microservice é totalmente preparada para endereçar a melhor forma de aquisição de software para o seu negócio. “Saber o que e como comprar pode ajudar a sua empresa a reduzir custos e ter melhor aproveitamento da tecnologia.” afirma Justino, Customer Success

 

SP (11) 4063-8108 | RJ (21) 4063-3343 | MG (31) 4063-7161 | PR (41) 4063-7161 | SC (47) 3322-2343 | RS (51) 4063-7161 | PE (81) 4062-9072