Saiba como máquinas obsoletas na infraestrutura de TI podem afetar a produtividade e causar altos custos de manutenção

1024 357 Microservice

Se o HD e memória não dão mais conta das atualizações dos aplicativos, isso significa tempo desperdiçado para desenvolver gráficos, relatórios, salvar planilhas. São aqueles minutinhos extras em cada tarefa que irritam e desmotivam o profissional, além de impactarem drasticamente em sua produtividade. 

Para piorar, ter máquinas antigas traz altos custos de manutenção e o retorno que você esperava ao ter adquirido o equipamento não acontece.  Afinal, a compra dessa máquina envolveu um investimento que não está sendo devolvido no tempo em que ela permanece parada. 

O que a maioria das empresas faz é postergar aquisição de máquinas achando que isso é uma economia, mas será que essa afirmação é verdadeira? Nesse post, te convido a refletir conosco para chegarmos juntos a uma conclusão. 

Data Center 

Seu Data Center já parou? Qual foi o tempo para retomada? Foi mensurada a perda acarretada por essa parada?  

As paradas inesperadas, na grande maioria, são ocasionadas por equipamentos antigos, sem garantia, softwares desatualizados e com manutenção apenas corretiva. 

Segundo um estudo divulgado pela Veeam em 2016, as empresas brasileiras enfrentam em torno de 14 paradas anuais, o que resulta em um prejuízo anual de cerca de US$ 18 milhõesEstamos falando em perda de dinheiro, de produtividade dos funcionários e, sobretudo, de credibilidade. 

Uma forma de manter a infraestrutura atualizada sem grande investimento inicial seria a migração para nuvem, que mantém seus serviços com maior performance e menos riscos de indisponibilidade. Se a escolha for essa, aposte em links de internet estáveis e em redundância! 

Outra sugestão, caso queira manter os servidores físicos é a diminuição na quantidade de equipamentos antigos, substituindo por menos equipamentos, porém, mais robustos em termos de configuração (processamento e memória) e aposte na virtualização. A disponibilidade e segurança podem ser garantidas com cluster entre as máquinas, além dbackup, é claro! 

Para o dimensionamento correto de qualquer solução, conte com um consultor de sua confiança. Pense na possibilidade de ter seu data center monitorado com ações preventivas, isso fará com que juntos possam analisar quando é a hora certa de trocar seus equipamentos. 

Estações de Trabalho 

Imagine o seguinte cenário: você sai para trabalhar, no caminho faz mil planos do que tem para fazer durante o dia que promete ser agitado, chega no trabalho, senta na sua cadeira, aperta o botão para ligar sua máquina de 5 anos e vai tomar um café até que o sistemas inicialize… Ou a surpresa, ela não liga! Esse é apenas um exemplo do que pode acontecer. Lentidões que são comuns em equipamentos ultrapassados ocasionam vários custos indiretos, além de impactarem drasticamente a produtividade e na motivação dos funcionários, sem contar os problemas de segurança, consumo de energia elétrica e sobrecarga dos departamentos de TI, pois equipamentos ultrapassados sempre exigem manutenções mais frequentes, o que causa impacto nos custos. 

Máquinas mais novas apresentam sistemas e recursos de última geração, imprescindíveis para que o trabalho da equipe tenha qualidade e gere resultados que excedam as expectativas. 

Uma nova pesquisa feita pela Microsoft e pela Intel com empresas brasileiras indica que o custo de manter um computador com quatro anos ou mais pode sair 2,3 vezes mais caro do que o gasto com máquinas novas. O levantamento indica que o gasto com uma máquina antiga é de US$1.024  (cerca de R$4.100) ao ano, em média. 

Upgrade de equipamentos 

O upgrade de equipamentos só é recomendado quando os equipamentos ainda estão em garantia, caso contrário, uma tentativa de reduzir custos vai sair muito cara. É como ir trocando peças de um carro usado, você vai gastando aqui e ali e quando vê, todo o dinheiro investido foi por “ralo abaixo”. 

Segurança 

Quem tem equipamentos de TI ultrapassados se expõe mais facilmente a ataques cibernéticos. Uma pesquisa da U.S. National Cyber Security Alliance, uma organização americana sem fins lucrativos relata que 60% das pequenas empresas americanas que sofrem algum tipo de ataque virtual vão a falência em até seis meses. Isso porque a maioria delas não está preparada para os gastos que vêm depois, afinal, os dados da empresa e de seus clientes é algo de valor financeiro inestimável e sem mencionar as possíveis penalidades da LGPD que logo entrará em vigor. 

Um paralelo entre líderes de sucesso e líderes medianos é que os primeiros, ao mínimo sinal de crise, aumentam os investimentos em tecnologiaautomatizações, integrações, instalação de equipamentos mais novos, enquanto os segundos suspendem o direcionamento de verbas para a área de TI 

E lembre-se: empresas atrasadatecnologicamente se tornam menos competitivas e menos eficientes. E em plena era da transformação digital, um erro como esse não é bem visto pelo mercado.  

E agora me diga: manter máquinas antigas e utilizar é realmente uma economia? 

 

Daiana Roberta Wahldrich 

Sales Team Leader 

MATRIZ - BLUMENAU / SC (47) 3322-2343   |  DEMAIS LOCALIDADES:   SP (11) 4063-8108 | RJ (21) 4063-3343 MG (31) 4063-7161 PR (41) 4063-7161 RS (51) 4063-7161 PE (81) 4062-9072