Automação de Banco de Dados

Banco de Dados: Saiba como fazer automatização de backup

892 311 Microservice

Os backups são partes fundamentais para a segurança e integridade dos dados. Quem não faz este procedimento da forma correta e com a regularidade necessária, corre risco de ter impactos negativos significativos para o negócio. Saiba mais no nosso post sobre Perda de dados: 6 impactos negativos para as empresas

As tarefas de criação de rotinas de backup tomam bastante tempo, por isso, é sempre bom ter rotinas padrões já criadas, que contemplem variadas situações e ambientes. Automatizar rotinas de backup e analisar os possíveis erros são procedimentos um pouco complexos, mas não impossíveis. Para lhe ajudar, trazemos três sugestões práticas de como podemos realizar a automatização de backup em algumas tarefas.

Este é o último post da nossa série sobre automatização de banco de dados. Confira no primeiro post as dicas para automatizar a segurançano segundo saiba com automatizar as atividades de segurança.

3 ações práticas para automatização de backup em banco de dados

1ª Ação

Em execuções de backups, os erros são basicamente os mesmos: erros de snapshots too old, comandos DDL durante a execução do backup, entre outros.

Catalogue e cadastre em uma tabela os erros que você encontra nas execuções de seus backups e cadastre ações possíveis para corrigir o problema ou enviar relatórios ao administrador para que seja mais fácil e rápida a análise e solução do problema.

2ª Ação

Crie visualizações e monitoramentos sobre as views do RMAN como por exemplo: a view v$rman_output, v$rman_backup_job_details, v$rman_status, entre outras views disponíveis para você analisar a execução do seu backup. Nestas views é possível acompanhar não apenas backups, mas toda e qualquer ação realizada via RMAN.

No Oracle há disponível uma package chamada dbms_datapump. Com ela você consegue executar os mesmos procedimentos de um expdp, mas por dentro do banco, a partir de procedures de banco. Isto abre inúmeras possibilidades para automatizar o seu processo de backup em conjunto com procedimentos de banco, montando relatórios, resolvendo problemas, criando rotinas personalizadas, entre outros.

A partir da versão 12c, a Oracle trouxe um tipo de job_type chamado de backup_script, o qual você consegue popular uma variável com um script RMAN e criar um scheduler dinâmico atribuindo esta variável como job_action, executando scripts RMAN de backup, por dentro do banco, criando também inúmeras possibilidades de automatização com objetos de banco.

3ª Ação

Por fim, a última ação referente à automatização de processos envolvendo backup é sobre o parâmetro DURATION do RMAN, onde você informa qual o limite de duração que o Oracle pode levar para executar seu backup.

Conforme a documentação da Oracle, pode ser utilizado este parâmetro, em conjunto com vários outros como MINIMIZE TIME e DURATION PARTIAL,  para controlar o tempo que seu backup irá levar e informar ao processo para utilizar mais ou menos recursos, para adiantar ou apenas manter o processo normal de backup.

 

Gostaria de automatizar o banco de dados e facilitar suas operações na área de TI? Fale com um dos especialistas da Microservice para ver as possibilidades para sua empresa e conheça nossa solução de Gerenciamento de Banco de Dados.

 

SP (11) 4063-8108 | RJ (21) 4063-3343 | MG (31) 4063-7161 | PR (41) 4063-7161 | SC (47) 3322-2343 | RS (51) 4063-7161 | PE (81) 4062-9072