outsourcing de ti

Outsourcing de TI: entenda o modelo e suas vantagens para os negócios

Tempo de leitura: 12 minutos

Sem tempo para ler? Ouça este post ou baixe para ouvir mais tarde

Há muito que a tecnologia deixou de se restringir a um papel secundário nas organizações – hoje, ela é definitiva para a vantagem competitiva e o próprio sucesso da gestão. Diante das demandas do mercado, da evolução de novas ferramentas e dos desafios de segurança, no entanto, muitas empresas enfrentam dificuldades para alinhar seus recursos internos às exigências da área. É aí que o outsourcing de TI se firma como uma opção vantajosa. 

Uma vez implementado, o modelo não apenas representa um ótimo custo-benefício, mas também impacta a performance, otimiza os processos e possibilita que a equipe foque seus esforços em ações mais estratégicas para o negócio. 

Quer saber mais sobre a modalidade e suas vantagens na prática? Acompanhe a leitura! 

Terceirização estratégica: o que é outsourcing de TI? 

Outsourcing de TI é a prática de terceirizar os serviços da área por meio da contratação de uma empresa especializada. O modelo pode incluir a própria gestão da TI, a manutenção/monitoramento de sistemas, o controle do parque tecnológico e o fornecimento de profissionais qualificados, entre outras atividades. 

Vale destacar que o outsourcing tende a promover uma grande economia em relação aos custos de uma equipe interna, além de possibilitar a contratação de expertise e ferramentas especializadas conforme as necessidades da empresa.

Ao oferecer mais flexibilidade aos processos, a terceirização de parte ou mesmo de todas as operações de TI permite que o negócio conte com profissionais qualificados e os recursos necessários de acordo com as diferentes demandas. 

Com esse apoio estratégico, o time pode focar seu tempo e seus esforços em operações cruciais para a empresa. 

Solução em Backup

Quais são os tipos de outsourcing de TI?

Quando falamos sobre a terceirização de TI, as diferentes categorias se referem principalmente ao local de onde o serviço é prestado/implementado. Nessa perspectiva, existem 3 modalidades de outsourcing: onshore, offshore e nearshore. Confira: 

Outsourcing Onshore 

Nesse caso, os serviços são prestados por uma empresa do mesmo país que a empresa contratante. A proximidade geográfica, aqui, favorece a comunicação e o alinhamento entre as equipes, assim como a qualidade do suporte técnico (quase não há ruídos na interação).  Além do mesmo fuso horário, não há grandes diferenças linguísticas e culturais entre os profissionais, o que é uma vantagem em relação ao outsourcing offshore, que acompanharemos a seguir. 

Outsourcing Offshore 

Por sua vez, a terceirização offshore consiste na escolha de uma empresa cuja sede está em outro país. Em geral, essa escolha envolve a opção por nações em desenvolvimento – com destaque na área de tecnologia -, a exemplo da China, da Malásia e da Índia. 

Vale acrescentar que a alternativa offshore tem como principal motivação os menores custos da mão de obra especializada, o que tende a representar uma economia em relação às empresas nacionais. 

A análise de prós e contras, entretanto, deve ser minuciosa. Isso porque o alinhamento profissional com parceiros de outros país é dificultado – além da diferença do fuso horário, há as barreiras culturais e de idioma.  

Leia também ? Investimento em segurança da informação: por onde começar? 

Outsourcing Nearshore 

Podemos dizer que a modalidade nearshore é uma espécie de “meio termo” entre os outsourcings offshore e onshore

Aqui, a prestação de serviços contratada está localizada em países próximos da empresa contratante, caracterizando-se geralmente por um cenário econômico mais favorável. É o caso, por exemplo, de uma organização argentina que contrata um serviço brasileiro ou vice-versa. 

Normalmente, a alternativa apresenta um bom retorno sobre o investimento, além de minimizar possíveis conflitos de comunicação devido à maior semelhança cultural e de fuso. 

Identificando a demanda: será que o modelo é uma boa opção para meu negócio? 

outsourcing de ti

Ao contrário do que se pode imaginar, não há uma regra definida para a recomendação do outsourcing de TI. De fato, não são apenas as empresas de pequeno/médio porte e recursos limitados que podem usufruir dos benefícios do modelo, embora este seja um perfil bastante comum no segmento!

Nesse sentido, há sinais importantes de que a terceirização é uma boa escolha para seu negócio.  Veja os principais indícios: 

  • demanda por uma expertise que não é encontrada internamente na empresa, seja para desenvolver um segmento ou projeto específico; 
  • objetivo de cortar custos;
  • infraestrutura interna limitada; 
  • necessidade de otimizar processos e adotar novas tecnologias sem deixar de otimizar o orçamento; 
  • desejo de ampliar a vantagem competitiva no mercado;
  • necessidade de aumentar a disponibilidade e o foco do time corporativo para atividades estratégicas relacionadas ao core business
  • contexto de temporário de ampliação do time de tecnologia;
  • falhas frequentes de cibersegurança, sinalizando a necessidade de contar com com profissionais especializados; 
  • busca por promover uma manutenção da TI em grande escala. 

Por que investir: 5 vantagens do outsourcing de TI 

Economia e custo-benefício 

Sem dúvidas, a otimização dos custos é um dos benefícios mais diretos do outsourcing de TI, embora isso não represente – de forma alguma – a perda do nível de qualidade dos serviços. 

Além de dispensar os altos gastos com novas contratações e manutenções trabalhistas em geral, a terceirização elimina os custos com gerenciamento, manutenção, suporte, equipamentos e treinamento de profissionais, entre outros serviços, que passam a ser uma responsabilidade do fornecedor parceiro. 

Serviços sob demanda 

Toda empresa passa por fases, mudanças e flutuações nas demandas. É possível, por exemplo, que seu departamento de TI (já bem estruturado) precise contar com o apoio de um programador sênior especializado em uma determinada linguagem de programação para um projeto específico. 

Nesse caso, contratar um funcionário interno desse nível pode se mostrar difícil, oneroso e, depois de algum tempo, até mesmo desnecessário. Afinal, a demanda por esse tipo de competência é temporária e pontual. 

Com isso em mente, o outsourcing de TI é uma forma mais rentável e estratégica de complementar a equipe com um ou mais profissionais qualificados sempre que necessário, de acordo com a prioridade das demandas e por um período limitado. 

Confira também ? Governança de TI: o que é, vantagens e como aplicar na minha empresa 

Mais foco no core business

Em meio a tantos chamados, correções, implementação de novas soluções e ações para garantir a segurança da informação, é comum que o departamento de TI fique focado somente em “apagar incêndios”. Com isso, muitas vezes as atividades relativas ao core business são deixadas de lado ou relegadas a um segundo momento. 

Nesse cenário, as empresas que apostam no outsourcing de TI conseguem terceirizar as funções mais operacionais e focadas em prevenção/resolução de problemas para profissionais especializados, ganhando eficiência nos processos e grande disponibilidade para focar nas tarefas mais críticas para o desenvolvimento do negócio. 

Alto nível de qualificação dos serviços 

Formar um time de profissionais experientes e altamente qualificados em TI não é uma missão simples – e certamente não é barata. Muitas vezes, como mencionamos, a demanda por determinado perfil de especialista é esporádica, e a empresa não consegue arcar com os altos custos de manter diversos colaboradores fixos de alto nível internamente. 

A partir daí, o outsourcing de TI é uma maneira de contar com o que há de melhor no mercado sem extrapolar o orçamento, dispondo de uma equipe de profissionais com expertise desejada conforme as necessidades e a realidade da organização. 

Adoção de novas tecnologias e inovação contínua 

Manter-se a par das atualizações do mercado de tecnologia – em termos de know how, softwares e hardwares – exige um altíssimo investimento financeiro e esforços por parte da equipe. 

De maneira geral, o outsourcing é uma excelente estratégia para ter acesso a equipamentos de ponta e soluções inovadoras sem a necessidade de adquirir infraestrutura e licenciamentos. Além das soluções em si, o próprio intercâmbio de conhecimentos entre os profissionais terceirizados e o time estimula a cultura de inovação interna e maximiza a performance da TI. 

Conte com os especialistas da Microservice para apoiar o seu time de TI! 

Trazendo conhecimento especializado de forma sustentável e financeiramente otimizada, o outsourcing de TI é um caminho acertado para atingir as metas desejadas e eliminar possíveis gargalos nos processos. 

Gestão, infraestrutura, segurança, cloud, licenciamento e banco de dados: nossos especialistas estão à disposição para guiar seu negócio rumo a processos mais otimizados e eficientes. Conte conosco! 

 

Nosso objetivo é proporcionar a solução mais eficaz para as demandas de nossos clientes, garantindo o uso das melhores tecnologias para a conquista de resultados expressivos e sustentáveis.

Newsletter

cadastre-se na nossa newsletter e receba conteúdos no seu e-mail